Notícias

Sexta-feira, 12 de Dezembro de 2014

Vivo é multada em R$ 7 milhões pelo Procon e é proibida de vender novos chips no ES

A operadora de telefonia Vivo foi notificada nesta quinta-feira, 11, por conta da má prestação dos serviços de voz, dados e mensagens de texto que são oferecidos aos usuários capixabas. O Procon-ES multou a operadora em R$ 7,5 milhões, além de suspender a comercialização de chips, novas promoções, assinaturas, habilitação de novas linhas (ou código de acessos) do Serviço de Telefonia Móvel Pessoal – SMP e realização de portabilidade de códigos de acesso de outras operadoras para a Vivo no Espírito Santo.

A constatação da má prestação de serviços veio a partir das reclamações e denúncias que usuários de várias regiões do estado fizeram junto aos órgãos de defesa do consumidor.

A validade do ato de suspensão é de três meses ou até a operadora apresentar provas certificadas pela Anatel de que esteja cumprindo no Espírito Santo a resolução nº575/2011 da Anatel, sobre o Regulamento Geral de Qualidade (RGQ-SMP).

 

Informações: procon.es.gov.br