Notícias

Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2014

Audiência de conciliação entre rodoviários e empresários termina sem acordo

Não houve acordo entre os sindicatos dos rodoviários e patronais, na audiência de conciliação realizada na manhã desta quarta-feira (10/12), no Tribunal Regional do Trabalho do Espírito Santo (TRT-ES). A reunião foi conduzida pelo presidente do TRT-ES, desembargador Marcello Mancilha.

A audiência foi marcada após ajuizamento, na terça-feira (9/12), do dissídio coletivo de trabalho pelos sindicatos patronais (GV-Bus e Setpes), na tentativa de resolver o único ponto pendente nas negociações: a parcela do plano de saúde paga pelas empresas.

O sindirodoviários reivindica o pagamento integral do plano. Os sindicatos patronais oferecem reajuste de 6,34% sobre a parcela paga atualmente pelas empresas, o que elevaria de R$ 77,00 para R$ 81,88 e de R$ 38,50 para R$ 40,94, a contribuição do empregador referente aos planos individual e familiar, respectivamente.

Como não houve acordo, a decisão final caberá aos desembargadores do TRT-ES. O julgamento foi marcado para a sessão do Pleno da próxima quarta-feira (17/12), às 13h. Os rodoviários têm um prazo de 24 horas para se manifestar no processo e o Ministério Público do Trabalho ficou de enviar o parecer até a próxima segunda-feira (15/12).

 

Fonte: TRT-ES